segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Algumas realidades do nosso mundo

Não fui eu que escrevi, mas é um texto que serve de reflexão.


"Esse mundo é criado e regido por pessoas invisíveis e o mérito e os prazeres dele são usufruídos por pessoas privilegiadas.

Sempre existirão pessoas privilegiadas nesse mundo. Pessoas que conseguem as coisas com pouquíssimo esforço, que têm todas as vantagens, todos os contatos, todos os prazeres, e todas as oportunidades. E diante desse trono, escreverão, no alto de seus egos, que "só não é feliz quem não quer", "quem acredita sempre alcança" e chavões baratos.

As instituições sempre irão privilegiar algumas pessoas. Seja instituições governamentais, religiosas, privadas, etc. O filho do pastor que faz viagem internacional com os dinheiros dos fiéis. O filho do chefe que consegue emprego na empresa do pai. O aprovado no concurso público que teve cursinho caro pago dos pais. O neto que comprou o apartamento com o dinheiro da herança dos avós. O cara saudável da academia que tem tempo suficiente pra se dedicar 100% aos exercícios e não estuda e nem trabalha. E se você não conseguir fazer nada dessas coisas com o seu próprio esforço, problema seu. "Você não se esforçou o suficiente.". "A vida é injusta". "O mundo é assim mesmo." Ótimas frases para tapar o sol com a peneira e continuar vivendo a vida de maneira tranquila.

No seu trabalho, pode ter certeza que alguma mulher super gostosa entrou lá simplesmente por ser gostosa, passando por cima de milhares de candidatos melhor qualificados do que ela. Olhe a quantidade de mulheres que entram em cargos comissionados nos órgãos públicos do Brasil e depois venha comentar esse parágrafo, ok?

E caso consiga um emprego e fazer as coisas da maneira correta, tenha certeza que seu superior trará mais tarefas para você e menos para alguma pessoa privilegiada de lá, seja por ser filho do chefe, por ser uma gostosa, ou por qualquer outra característica que beneficie o superior de alguma forma. E se você ficar doente por se esforçar demais, dirão que "a vida é injusta é assim mesmo", que "acontece".

As pessoas privilegiadas nunca vão saber a importância das pessoas invisíveis que fazem o mundo funcionar. Quem costura a sua roupa, quem planta a sua comida, quem tira o lixo das ruas, quem limpa os quartos dos hotéis, quem coloca a gasolina no seu carro, quem limpa a sua casa, quem conserta o vazamento, quem coloca tijolo por tijolo nas mansões, nas casas, nas igrejas, nos presídios, quem verifica a fiação elétrica do domicílio. Tudo isso é feito por pessoas invisíveis. Essas pessoas sequer recebem um bom dia. São tratadas como sub humanos. O doutorzinho que faz mestrado em humanas sequer olha para a cara dos faxineiros que trabalham com ele. Mestrado em HUMANAS. Repito, em HUMANAS.

E o mérito? O mérito vai para o superior, que detêm os lucros (empresário), que detém o poder (político), com a justificativa de "criei empregos", mesmo pagando o mínimo que possível e reclamando que os funcionários têm "direitos demais". O esforço veio inteiro dos pedreiros e engenheiros que construíram a obra, e mérito vai todo para o político que a inaugurou.

E tá cansado do Brasil? Emigre, ué. Você só vai precisar criar um planejamento a longo prazo, acumular dinheiro por anos, arranjar contatos, ter um visto de emprego, uma residência, comprar pertencentes, tirar o visto e se adaptar ao perfil de imigrante ideal. Não conseguiu? Foi você que não se esforçou o suficiente.

Essa porra de mundo é uma selva ainda. A diferença é que os homens dotam de um pouco de tecnologia e são dotados de um pouco de razão e raciocínio lógico. De resto, somos animais, mas muito bem educados. Praticamente dissemos que iremos passar por cima de alguém, mas com palavras bonitas e gentis.

Autor: um moribundo qualquer do reddit"

Nenhum comentário:

Postar um comentário